ENTREGA RÁPIDA E SEGURA

Entrega para todo o país

MELHORES PREÇOS

Tudo para deixar o conforto ao seu alcance

COMPRE PELO TELEFONE

19-3037.6890 (Seg-Sex 09h-12h30 | 13h30-18h) *Exceto Feriados

CHAME NO WHATS
19-99640.2596

Carrinho
item - R$0,00

Você não possui itens no carrinho de compras.

Subtotal
R$0,00

+Saúde - O Sonho

O Sonho

 

Nosso cérebro não para nunca. Mesmo dormindo nossa mente continua trabalhando. Enquanto dormimos, nossa capacidade de aprendizagem vai sendo aperfeiçoada e as coisas que ouvimos e vemos vão sendo guardadas durante o sono. E são essas informações que nossa mente vai armazenando durante o sono que são as maiores responsáveis pelos nossos sonhos.

 

Cientistas afirmam que 90% dos sonhos são compostos de imagens, barulhos e ruídos que ouvimos durante o nosso dia a dia. Você pode ver em seu sonho algo sem importância como o carro que você viu passar enquanto esperava o semáforo abrir, ou até mesmo algo extremamente significativo como uma reunião em seu trabalho, ou um grande evento que queira ir. As pessoas acreditam que quando estão muito ansiosas, ou querem muito algo é comum sonhar com essa coisa tão desejada. Mas a verdade é bem mais simples que isso. Quando temos esse desejo, quase não percebemos, mas de alguma forma ficamos em contato o tempo todo com ele durante o nosso dia; e como dito, o nosso cérebro só nos mostra um reflexo de tudo que vimos enquanto estávamos acordados.

 

Os sonhos acontecem normalmente em um estado já mais profundo do sono, onde todos os músculos relaxam por completo e a respiração fica bem mais profunda e ritmada. No entanto, existem alguns casos controversos a isso que relatam pessoas que se movem conforme o sonho (como andar até algum outro cômodo da casa) tem alguns reflexos do que ocorre no sonho (como fazer xixi na cama) e ainda existem relatos que, apesar de muito raros, acontecem como até, por exemplo, casos de assassinato durante o sonho.

Muitas pessoas participam de seu próprio sono e de certa forma, conseguem ainda controlar todo o curso da história. É como uma técnica que permite que transformemos os sonhos em sonhos lúcidos.

A pessoa não lembrar se sonhou não quer dizer exatamente que ela não tenha sonhado durante a noite, pois o sonho acontece sempre. Existem casos raríssimos em que as pessoas não sonham, mas isso já pode ser associado a alguma disfunção psicológica.

 

Em 1900, o psicanalista Sigmund Freud, escreveu em seu livro “A Interpretação dos Sonhos” que os sonhos não deveriam ser interpretados de uma só vez, já que em sua maioria são apenas imagens fragmentadas. É necessário dividi-los e decifrá-los em partes. Freud acreditava que muito do que aparecia nos sonhos, mesmo que de forma inconsciente, é parte do desejo que temos referente a alguma coisa. Veja alguns exemplos interessantes citados no livro:

 

  • Estar na água ou passar por espaços estreitos – Baseiam-se em fantasias da vida uterina, ou do  nascimento
  • Sonhos em que se está nu – Desejos de exibição
  • Cama, mesa, ato de comer alimentos – Matrimônio
  • Personalidades, príncipes, princesas – Referente aos pais.
  • Água – muita gente, multidões.
  • Animais selvagens – instintos ou paixões perversas.
  • Olhar no espelho - Olhar para si mesmo
  • Número 9, canguru – Gravidez.